Pois eu, eu só daqui, de longe, vejo

De Vasco Costa Marques
Pois eu, eu só daqui, de longe, vejo
o meu amor até ao osso,
e é daqui, de longe, que lhe beijo
a magra curva do pescoço.

1 comentário:

Janaina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.